urlMatriz Malhoa é uma accrochage de arte contemporânea no Museu José Malhoa (+). Pelos 25 anos da ESAD.cr (+) e os 160 anos do nascimento do Pintor José Malhoa.

Finissage 29 e 30 de abril de 2016 (em simultâneo com Conferências)

Artistas

Luís Alegre / Vasco Araújo / Cristina Ataíde / João Belga / Pedro Bernardo / Fernando Brízio / Manuel Caeiro / Alexandre A. R. CostaJorge Feijão / Nuno Fragata / Luís Freire / Filipe Garcia / Hugo Soares & João Gigante / Miguel Januário / Catarina Leitão / Alessandro Lupi / Teresa Luzio / Ana Pérez-Quiroga / Gonçalo Pena Régis Perray / Samuel Rama / Joana Roberto / Pedro Cabral Santo

Curadoria Mário Caeiro (+)

Apoio à curadoria Tiago Fernandes, Miguel Couto

Direcção de projecto Carlos Coutinho

Direcção de produção Sónia Gonçalves

 

Sinopse

Uma programação de arte contemporânea, com a participação de artistas nacionais e estrangeiros, iniciada há cerca de um ano, tem estabelecido um diálogo subtil entre a Cidade e o Museu. Em Abril, Aulas Abertas por docentes da ESAD.cr e a Conferência Internacional URBANO.CRIAÇÃO.INTERFACE chamam a atenção para as questões interligadas da Cultura e do Património, da Arte e da Cidadania, da Cidade na contemporaneidade.

O Museu José Malhoa representa nesta narrativa a ideia de um espaço de património e de valorização da criação, disponível para questionar o lugar da cultura na urbe contemporânea. A interligação entre uma dimensão laboratorial – da criação de novas peças ao diálogo entre obras ‘intrusas’ e obras do Acervo – gera-se a partir de um conjunto limitado de tópicos, considerados essenciais para se pensar e desenvolver a ideia de uma Cidade mais integrada, inclusiva e dinâmica, sobretudo em termos da sua produção e recepção artísticas.

O projecto dá sequência a uma primeira experiência curatorial, artística e de animação museológica – MatrizCaldas – decorrida no Museu do Hospital e das Caldas entre 2010 e 2012.

Advertisements